Eric Takabatake conquista a medalha de bronze no Grand Prix de Jeju, na Coreia do Sul


O primeiro dia de competições do Grand Prix de Jeju, na Coreia do Sul, rendeu uma medalha para o Brasil. Nesta quinta-feira (26), o judoca Eric Takabatake conquistou o bronze na categoria ligeiro (até 60 kg) após fazer uma competição consistente contra adversários que estão entre os melhores do mundo.

“Fiquei muito feliz com o resultado. Os golpes fluíram bem e fico feliz que deu tudo certo aqui. Era uma competição dura, com um nível bem alto e significa muito poder sair daqui com uma medalha para o Brasil, afirma.

Eric estreou na competição coreana diante do russo Albert Oguzov. Em uma luta dura, venceu por ter aplicado um yuko no adversário. Na segunda rodada o brasileiro bateu o indiano Vijay Kumar Yadav com um wazari e um yuko, sem permitir pontuação do adversário.

A terceira rodada reservou um desafio enorme para Eric: Boldbaatar Ganbat, da Mongólia, campeão mundial em 2014 e atual vice-líder do ranking internacional da categoria. Apesar da experiência do adversário, Eric fez uma luta dura e, sem pontuação de ambos, perdeu apenas por um shido.

“Eu estava bem leve e solto. Hoje deu tudo certo, a única luta que perdi foi um erro de tática, dava até para sair com a vitória, mas foi um bom aprendizado para as próximas”, explica.

Apesar da derrota, Eric levantou a cabeça e encarou Ilgar Mushkiyev, do Azerbaijão, na repescagem. Com um ippon sobre o 16º do mundo, Eric conseguiu se garantir na disputa por medalha. O bronze veio com uma bela vitória diante do francês Vincent Limare, atual número 13 do ranking mundial. Em um combate aberto, Eric aplicou um wazari e um yuko, contra um wazari do adversário nos últimos segundos.

O Brasil também foi representado por outros quatro judocas nesta quinta. Sarah Menezes e Rafaela Silva evoluíram bem na competição, mas perderam em suas disputas de bronze. Felipe Kitadai, da mesma categoria de Eric, foi eliminado na segunda luta, e Nathália Brígida caiu na estreia.

O próximo desafio de Eric será o Grand Slam de Tóquio, que acontece de 4 a 6 de dezembro. “Isso me dá ainda mais motivação e confiança para ir a Tóquio e buscar mais uma medalha”, conclui o judoca.

Foto: Gabriela Sabau/IJF


26 de novembro de 2015