Eric Takabatake comemora seu primeiro ouro em Grand Prix e projeta um bom ano olímpico


Eric Takabatake teve um dia perfeito em Cuba nesta sexta-feira (22). O judoca da categoria ligeiro (até 60kg) fez ótimas lutas no Grand Prix de Havana e saiu com a medalha de ouro para o Brasil neste primeiro dia de competições.

A final seria diante do turco Bekir Ozlu, porém o adversário se lesionou e não compareceu ao combate. Com isso, Eric subiu ao lugar mais alto do pódio pela primeira vez em um Grand Prix do circuito mundial, mesmo sem lutar na grande decisão.

O caminho, porém, foi complicado. Na primeira luta, Eric enfrentou o cubano Jorge Turcas Rodriguez e venceu o judoca da casa por ippon, com apenas 1 minuto e 53 segundos de combate. No segundo duelo, o brasileiro derrotou o italiano Carmine Maria Di Loreto com 2 minutos e 17 segundos, novamente por ippon.

Já na terceira luta, Eric bateu o turco Ahmet Sahin Kaba por dois yukos de diferença. Na semifinal, em uma disputa muito dura, o brasileiro venceu o quarto colocado no ranking mundial, Orkhan Safarov, por 1 yuko.

“Eu estou muito feliz pela medalha de ouro, a minha primeira em Grand Prix. Tinha chegado perto aqui mesmo em 2014, com a prata. Foi ótimo para começar bem o ano olímpico e isso me dá muito mais confiança. Mas cada competição é diferente da outra, então vamos seguir treinando forte para manter o nível nas próximas”, afirmou Eric.

O GP de Havana foi a primeira competição oficial do ano olímpico e irá contar importantes pontos para Eric no ranking mundial, primeiro critério de classificação dos brasileiros para o Rio 2016.

Foto: © IJF Media by G. Sabau


22 de janeiro de 2016