GP de Dusseldorf


Nesta sexta-feira (20), o judoca brasileiro Eric Takabatake enfrenta seu primeiro grande desafio de 2015 pela Seleção Brasileira. O atual número 15 do mundo na categoria ligeiro (até 60 kg) entra no tatame para buscar uma medalha no Grand Prix de Dusseldorf, na Alemanha.

Um dia antes de sua estreia no campeonato, Eric ressaltou a dificuldade que espera enfrentar. “Vai ser uma competição difícil, principalmente porque vai ser a primeira do ano para quase todos os atletas”, explicou Eric.

Apesar de estar em sua primeira competição oficial em 2015, o judoca de São Bernardo do Campo (SP) chega bem preparado para o GP após dois fortes períodos de treinamentos com a Seleção Brasileira em Mittersill, na Áustria, no início de janeiro, e em Saquarema (RJ), entre janeiro e fevereiro.

“Acredito que este foi o ano que eu mais me preparei para lutar, os treinamentos que tivemos no início do ano me ajudaram muito na preparação para lutar essa competição, por isso acredito que vai dar tudo certo amanhã”, concluiu o confiante judoca.

Em sorteio realizado nesta quinta-feira (19), ficou definido que Takatabake estreia em Dusseldorf contra o etíope Yared Negusse Dechassa. Se passar, encara uma pedreira: o japonês Naohisa Takato, campeão mundial em 2013 e atual número 5 do mundo. (Confira mais informações do sorteio no site da CBJ).

Ao todo, o Brasil será representado por 22 atletas em Dusseldorf entre sexta-feira e domingo: Sarah Menezes (48kg), Gabriela Chibana (48kg), Érika Miranda (52kg), Jéssica Pereira (52kg), Rafaela Silva (57kg), Ketleyn Quadros (57kg), Mariana Silva (63kg), Danielle Karla Oliveira (63kg), Bárbara Timo (70kg), Samanta Soares (78kg) e Rochele Nunes (+78kg); Eric Takabatake (60kg), Phelipe Pelim (60kg), Ricardo Santos Jr (66kg), Alex Pombo (73kg), Marcelo Contini (73kg), Leandro Guilheiro (81kg), Felipe Costa (81kg), Eduardo Bettoni (90kg), Luciano Corrêa (100kg), Rafael Buzacarini (100kg) e Walter Santos (+100kg).


19 de fevereiro de 2015