Rumo ao Grand Slam de Paris


Depois de participar da vitória da Seleção Brasileira no Super Desafio BRA, contra a Alemanha, no fim de setembro, Eric Takabatake se prepara novamente para representar a nação em uma competição de grande porte: o Grand Slam de Paris, que acontece entre os dias 17 e 18 de outubro, na capital francesa.

Considerado um dos mais importantes Grand Slams do ano, o evento reúne alguns dos melhores judocas da atualidade, além de contar com uma alta pontuação para o ranking mundial, já que se trata de uma competição de nível elevado.

“O Grand Slam de Paris vai ser uma competição bem dura. É sempre muito forte, mas eu estou com muita vontade de lutar, por valer muitos pontos e também porque eu sempre quis lutar em Paris, então estou muito motivado e espero que consiga dar o meu melhor”, afirma Eric.

O ranking mundial é importante porque define os classificados para a Olimpíada do Rio, em 2016. Eric atualmente é o 21º, com 776 pontos conquistados, o que o deixa como segundo melhor brasileiro mais bem colocado da categoria, atrás apenas de Felipe Kitadai, que foi bronze em Londres 2012.

Em um Grand Slam, 500 pontos são atribuídos ao campeão, 300 para o vice, 200 para o terceiro, 100 para os quintos, 80 para os sétimos, depois 60 até o 16º, 40 até o 32º e, em caso de uma luta ganha no torneio, o atleta soma 20 pontos.

As lutas da categoria de Eric acontecem no sábado (17). Serão 39 judocas em busca das medalhas em Paris. O brasileiro encara em sua primeira luta o espanhol Joaquim Gomis, atual número 82 do ranking mundial. Confira aqui o chaveamento completo.

Além de Eric, que compete na categoria até 60kg, o Brasil também será representado por Ricardo Santos Jr (66kg), Marcelo Contini (73kg), Gustavo Assis (90kg), Rafael Buzacarini (100kg), Hugo Pessanha (100kg) e David Moura (+100kg) na equipe masculina. A feminina será composta por Gabriela Chibana (48kg), Nathália Brígida (48kg), Ketleyn Quadros (63kg) e Barbara Timo (70kg).


15 de outubro de 2015