Eric Takabatake conquista medalha de prata no Grand Slam de Brasília


Neste domingo (06) o judoca Eric Takabatake, categoria 60kg, conquistou a medalha de prata no Grand Slam de Brasília, uma das principais competições internacionais no calendário da IJF (Federação Internacional de Judô), que garante até 1000 pontos no ranking mundial, ajudando na briga por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

 

Lutando em casa, com a força da torcida brasileira, Takabatake conquistou o seu melhor resultado deste ano em uma competição internacional.

 

“Eu estava bastante ansioso para lutar essa competição. Disputar em casa, com a minha família, com a torcida brasileira, para mim é um sonho. Eu queria muito essa medalha, tive lutas duras, com amigos e parceiros de competição, lutei com dois brasileiros, mas graças a Deus deu tudo certo”, afirma.

 

A COMPETIÇÃO

 

Takabatake ficou no Grupo C e folgou na primeira luta, por ser o segundo melhor ranqueado da sua categoria. Podendo entrar direto na segunda rodada, o brasileiro eliminou o australiano Joshua Katz e o português Rodrigo Lopes, garantindo a classificação para a fase final da competição.

 

Na semifinal, Takabatake derrotou o compatriota Renan Torres, atual campeão dos Jogos Pan-Americanos, e avançou à final para enfrentar Allan Kuwabara, outro judoca brasileiro.

 

Na final, enfrentando um atleta muito conhecido, já que ambos se enfrentavam desde a infância nas competições de base, foi uma luta muito acirrada e só acabou no golden score, com um ippon aplicado por Kuwabara.

 

Além da conquista da medalha, Eric vê o saldo ainda mais positivo por conta do nível do seu desempenho, que evoluiu em relação às últimas competições.

 

“Claro que eu queria ser campeão, mas vendo a competição como um todo, acredito que fiz boas lutas, acredito que fiz uma boa competição, algo que eu realmente estava querendo. Apesar da medalha, eu estava querendo lutar bem, eu estava querendo ter um bom desempenho. E pelas lutas que eu fiz, eu me vi melhor, nas últimas competições eu não me via lutando bem e isso estava me incomodando”, explica.

 

PRÓXIMO DESAFIO

 

Com a confiança renovada, Takabatake agora irá disputar os Jogos Mundiais Militares, que será realizado em Wuhan, na China, entre os dias 18 e 27 de outubro.

 

FOTO: DIVULGAÇÃO/IJF


7 de outubro de 2019